Academia Brasileira de Medicina de Reabilitação

 
Admissão de Membro Titular, Membro Honorário e Membro Correspondente
 

A Academia é composta de membros titulares, eméritos, honorários nacionais e estrangeiros, e correspondentes nacionais ou estrangeiros.
Os Membros Titulares, em número de 70 (setenta), são assim distribuídos :
Seção de Medicina: 40 (quarenta)
Seção de Cirurgia: 20 (vinte)
Seção de Ciências Aplicadas à Medicina: 10 (dez)
Os membros honorários serão em número de 40 (quarenta): 20 (vinte) nacionais e 20 (vinte) estrangeiros.
Os membros correspondentes serão em número de 60 (sessenta), 30 (trinta) nacionais e 30 (trinta) estrangeiros).


Admissão de Membro Titular
Admissão de membro titular realizar-se-á por eleição em plenário, após parecer favorável sobre a monografia e curriculum vitae emitido por uma comissão de três membros titulares ou eméritos da seção em que houver ocorrido a vaga.
O candidato a membro titular deverá preencher as seguintes condições:
I - Ser brasileiro nato ou naturalizado;
II - Ser formado em Medicina, por tempo não inferior a 15 (quinze) anos;
III - Apresentar memória ou dissertação de valor, inédita e de lavra própria, em três vias;
IV - Possuir atividade científico-profissional comprovada mediante apresentação da lista de seus títulos e trabalhos em três vias.
V - Possuir idoneidade moral.
VI - Apresentar comprovante de graduação médica.
VII - Pagar a taxa de inscrição.


Admissão de Membro Honorário
A Academia outorgará o título de Membro Honorário a médico ou personalidade nacional ou estrangeira, credenciado por seu notório saber e irrepreensível caráter, cujas contribuições e realizações tenham concorrido para o engrandecimento da medicina de reabilitação ou sejam consideradas de valor para a Humanidade.
Para membro honorário estrangeiro serão respeitadas as mesmas regras estabelecidas para os membros honorários nacionais, respeitadas as exceções deste Regimento.
A indicação, feita por 1 (um) acadêmico, deverá estar acompanhada de uma relação, a mais completa possível, dos títulos, trabalhos e contribuições científicas do homenageado.


Admissão de Membro Correspondente
A Academia poderá conceder o título de membro correspondente ao candidato que preencher os seguintes requisitos:
I) ser formado em Medicina há mais de 10 (dez) anos ou ter contribuído excepcionalmente para a Medicina de Reabilitação.
II) possuir inteireza moral.
III) possuir domicílio fora da sede da Academia.

O colar e o emblema de lapela serão adquiridos após a eleição. O emblema é de uso exclusivo dos Acadêmicos e pode ser usado em qualquer local e atividade, o colar será usado nas solenidades de posse de Acadêmicos e aniversário da Academia